Pular para o conteúdo principal
Círio de Nazaré
 
 

Turismo Cultural (Gastronomia)

A culinária de um dos maiores espetáculos de fé.
O icônico cardápio do paraense, durante a festividade do Círio, tornou-se um dos maiores símbolos da festa. Não podendo faltar: a maniçoba, o pato no tucupi e a casquinha de caranguejo com farofa; além das sobremesas de frutas regionais como o açaí, o cupuaçu e o bacuri.

Turismo Cultural (Evento Cultural)

A fé simbolizada pela pluralidade cultural.
Desde 1793 é realizada em Belém, uma das maiores festividades católicas do mundo, o Círio de Nazaré. A procissão religiosa possui vários símbolos como a corda, a berlinda, o manto que cobre a Santa, os brinquedos de miriti e o almoço das famílias no domingo de Círio.

Turismo Cultural (Religiosidade)

A festa da fé e devoção à Virgem de Nazaré.
É comum no Pará a realização de Círios, o maior deles é o que é realizado em Belém. No segundo domingo de outubro mais de 2 milhões de pessoas vão ao encontro da padroeira da Amazônia: Nossa Senhora de Nazaré. Durante sua festividade acontecem diversas procissões e intensa programação religiosa e cultural.